Objetivos ● RelevânciaPúblico AlvoPré-requisitosCalendárioEstruturas e Graus AcadêmicosDisciplinasMetodologiaSeleçãoMatrículasInvestimentoBolsas

Objetivos

O curso Gestão e Prática de Obras de Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural é a primeira iniciativa brasileira de capacitação no campo da execução de obras e serviços em edificações de valor cultural. A 9ª Edição (versão 2009) É o resultado da experiência de oito edições – três presenciais e cinco a distância ou semi-presenciais, desenvolvidos pelo Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada – CECI, juntamente com o Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em parceria com o Ensinar/Virtus-UFPE (Ensino à Distância). Desde 2003, já participaram mais de uma centena de profissionais brasileiros e do Exterior.

Tem por objetivo a capacitação de profissionais para a gestão de obras e serviços do patrimônio construído, formando um quadro técnico capaz de realizar ações gerenciamento, execução e fiscalização de obras e serviços de manutenção, conservação e restauro.

Para o mercado de trabalho, a grade atual dos cursos de formação, e da grande maioria dos cursos de especialização, não capacita arquitetos, engenheiros e técnicos para suprir as exigências de gerenciamento e de fiscalização na área da conservação do patrimônio construído. O curso Gestão de Restauro tem por meta dotar o mercado de profissionais com excelência de informações quanto às técnicas tradicionais de construção e os roteiros de procedimentos da prática, direção, execução e fiscalização de obras e serviços de manutenção, conservação e restauro.

O curso resgatou desde sua primeira edição um procedimento de transmissão de conhecimentos semelhante ao que se produzia no passado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. O contato direto com profissionais de larga experiência em canteiro de obras e com os mestres-de-ofício e artífices assegurava o processo de transmissão de conhecimento aos mais jovens e inexperientes. Esse tipo de formação ainda é eficaz, pois o saber-fazer é forjado pelo exercício com instrutores e práticos experientes e com a assistência teórica de acadêmicos. Didaticamente, isso assegura a rápida maturação das capacidades de aprendizado pela interação entre aluno, mestres e instrutores.

O Curso é realizado por meio da tecnologia de Educação a Distância (semi-presencial), desenvolvida pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, através do Virtus/plataforma ENSINAR