Piranhas Proposta de Tombamento
A Proposta Descrição dos Bens Diretrizes de Tombamento
l l
Introdução

A presente proposta de tombamento abrange um amplo território do sertão do Vale do rio São Francisco, no Estado das Alagoas, compreendendo uma configuração antrópica sobre a natureza, onde se acham distintas as marcas da ocupação humana do sertão nordestino, desde a pré-histórica até os últimos momentos do século XX. Essas marcas do território – sítios arqueológicos, casario, fazendas de gado, monumentos, espaços públicos – consubstanciam os bens patrimoniais materiais, então estabelecidos e revestidos de autenticidade, denotando as diferentes fases desse complexo processo civilizatório do sertão, com seus valores culturais, históricos, paisagísticos e artísticos.

Por outro lado, esse território conserva um rico acervo de tradições, festas, saberes populares, artesanato, compreendendo os bens patrimoniais imateriais, que caracterizam a especificidade da cultura nacional nessa porção de território, por ocasião do processo de ocupação humana do sertão do Nordeste.

A proposta reúne um conjunto de três tombamentos simultâneos dos bens patrimoniais materiais, a saber: a paisagem histórico-cultural do sertão do vale do Rio S. Francisco; a cidade histórica de Piranhas; a vila de Entremontes.

Cabe esclarecer que a paisagem histórico-cultural inclui as áreas geográficas da cidade de Piranhas e da vila de Entremontes.

Nesse conjunto de bens autênticos de valores históricos, paisagísticos, urbanísticos, arquitetônicos e artísticos, que encerra importância fundamental para a manutenção e identidade da cultura nacional, o tombamento garantirá, para a atual e as futuras gerações, a compreensão de dois processos civilizatórios do território nacional, em especial do sertão nordestino:

§         A ocupação humana dos sertões;
§         a modernização dos sertões.

Ambos processos estão pouco representados nos acervos patrimoniais do Brasil. Cabe urgentemente reparar essa falha, pois a ocupação e a modernização do sertão nordestino são processos fundadores da nossa cultura e nacionalidade. O Tombamento do Território Cultural de Piranhas poderá iniciar tal resgate.