Areia lavada e queimada

E-mail Print
There are no translations available.

boletim1O CECI apresenta a nova série BOAS PRÁTICAS DA GESTÃO DO RESTAURO por ocasião do lançamento da 14a edição do Curso de Gestão de Restauro.

A primeira ficha aborda a questão da aplicação da areia in natura na produção de argamassas e concretos sem os cuidados da lavagem. Não faz muito tempo que o procedimento de lavar areia nos canteiros de obras era uma tarefa corriqueira. Também, queimar a areia (calcinação) era um serviço que fazia parte das composições de preços para a produção de argamassas de revestimentos externos. Os rebocos denominados simili-granito, pedra-fingida ou argamassa raspada* não dispensavam a lavagem e a queima da areia, após essa passar pelo processo de peneiramento.

Os serviços de peneirar, lavar e queimar a areia faziam parte de especificações de obras e entravam nas composições de preços de serviços com apropriações de tempo, volume e custo de produção.

Em Pernambuco, Brasil, desde a década de 1970 que o setor imobiliário da construção civil deixou de lavar e queimar a areia. Não sei ao certo o porquê de essas boas práticas da construção terem sido abandonadas... Tempo? Custos? Sejam quais forem os motivos é inaceitável ver agregados imundos (vide foto abaixo) serem aplicados na produção de rebocos, concretos e outras argamassas.

Baixe aqui a Edição n. 01/2013

dou_areia_queimada

areia_lavagem

Encargo de queimar a areia, publicado no DOU-Diário Oficial da União de nov/1933. Lavagem de areia fina em canteiro de obra. Foto do autor.

Jorge Eduardo Lucena Tinoco, arquiteto, responsável técnico do CECI

________________________

* Sobre esse assunto vejam a próxima edição do Boas Práticas da Gestão do Restauro

 

Projetos

Baltar Biblioteca

conservar_2

Pátio de São Pedro

plano-diretor

istmo

Leia a revista internacional

CT

Parceria voluntária

Lima_e_Silva_Advogado_e_Consultoria

 

 

 

Elaboração e acompanhamento de projetos de incentivos fiscais oferecidos em âmbito federal, estadual e municipal.

You are here: Home Publicações Boas Práticas Areia lavada e queimada