Textos para Discussão V. 13

E-mail Imprimir

A PAISAGEM DO SERTÃO NO JARDIM DE BURLE MARX

Resumo

O artigo discute a representação da paisagem do Sertão a partir do projeto de restauração do Cactário da Madalena, hoje Praça Euclides da Cunha, concebido pelo paisagista Roberto Burle Marx em 1935. O jardim das cactáceas veicula os princípios do Movimento Moderno, que preconizava a valorização das raízes brasileiras. Burle Marx inova ao priorizar a vegetação da caatinga ao invés de homenagear vultos da história nacional. Criando um jardim temático em pleno litoral, o paisagista desafia as condições físiográficas para mostrar o jardim brasileiro como meio de expressão artística, ecológica e educativa. Por outro lado, provoca a reação de intelectuais locais, como o jornalista Mário Melo, para quem aquele jardim moderno mais parecia a “sertanização dos mangues do antigo Viveiro da Madalena”, desprezando os legítimos valores nacionais.

Ana Rita Sá Carneiro Ribeiro, Aline Figueirôa Silva, Fátima Mafra


 

Projetos

Baltar Biblioteca

conservar_2

Pátio de São Pedro

plano-diretor

istmo

Leia a revista internacional

CT

Parceria voluntária

Lima_e_Silva_Advogado_e_Consultoria

 

 

 

Elaboração e acompanhamento de projetos de incentivos fiscais oferecidos em âmbito federal, estadual e municipal.

Editores dos Textos para Discussão

Gestão da Conservação Urbana
Natália Vieira

Gestão de Restauro
Mônica Harchambois

Identificação do Patrimônio Cultural
Rosane Piccolo

Você está aqui: Home Publicações Textos para Discussão